YES YOU CAN! Vai se surpreender ao saber que pode fazer a troca das as pastilhas de travão do seu carro com facilidade e sem a necessidade de ferramentas especiais. Garanto-lhe que ao fazê-lo, vai economizar muito dinheiro.

Quase todos os carros de hoje em dia têm travões de disco dianteiros. Os travões dianteiros tendem a desgastar-se mais rapidamente do que a parte traseira (que tanto pode ser de disco como de tambor), o qual precisa de ser trocado mais frequentemente. Como saber se tenho que trocar as pastilhas dos travões?

Visualmente, conseguirá ver o desgaste das pastilhas na redução da espessura destes e pelo som “chiado” que emitem, quando pressiona o pedal de travão, pode ser outro indicador.

OUTRO CASO POSSÍVEL: Se a frente do carro da vibra quando pisa o pedal do travão, pode ser um indicador de que os seus travões estão deformados.

TEMPO NECESSÁRIO: 1 hora.

O DINHEIRO POUPADO: 150 euros para a maioria dos carros e algo mais para os carros de gamas altas. Recomendo-lhe que dê uma “vista de olhos” nosso site para encontrar as melhores peças auto ao melhor preço (www.autingo.es)

FERRAMENTAS NECESSÁRIAS:

– Luvas mecânicas reutilizáveis ​​para proteger as mãos e mantê-las limpas.

– Um macaco hidráulico ou mecânico e um suporte de madeira.

– Uma chave de cruz.

– Útil para retrair o pistão.

– Chave inglesa

– Seringa para sangrar os travões.

MATERIAIS NECESSÁRIOS:

– Pastilhas de travão novas. Clique no link a seguir para encontrar os preços mais competitivos em pastilhas de travão. (Http://goo.gl/ddb3dc)

– Uma lata de liquido de travão.

NOTA: Por razões obvias,deverá substituir as pastilhas colocando-se ao lado do carro do início ao fim. Gire o volante para a roda na qual está trabalhar fique arqueou para fora e, assim, ter um melhor acesso aos travões.

TROCAR AS PASTILHAS DE TRAVÃO PASSO A PASSO:

1. Solte as porcas da roda. Coloque um suporte de madeira debaixo do carro para o macaco e de seguida levante o lado do carro pelo qual vai começar a troca. Termine de remover todas as porcas e retire a roda. Após isso, terá acesso total ao sistema de travagem.

1

2. Encontre os pernos/passadores deslizantes que prendem a pinça ao seu sitio. Normalmente, basta remover o parafuso inferior.

2

3. Depois de retirar o parafuso inferior, pinça de travão sata para fora ( como mostrado na fotografia abaixo) Observará uma mangueira de borracha , que é um cabo hidráulico que é flexível, pelo que não será necessário desconectá-la . Se vir que tem que desconectar para substituir as pastilhas, significa que você está fazer algo errado. Recomendos que volte montar tudo e procure ajuda numa oficina profissional.

3

4. Com a pinça para fora, é fácil ver a espessura das pastilhas de travão para confirmar se realmente precisam de ser mudadas. A maioria das pastilhas de travão contêm indicadores de desgaste, pequenas abas de metal que rangem quando a tocam no disco . Se essas abas não ainda não tocam no disco, as pastilhas encontram-se gastas se a sua espessura é inferior a 3 mm.

4

5. A maioria das pastilhas novas trazem alguns umas pequenas chapas de metal que permitem que as pastilhas deslizem para frente e para trás com facilidade. Troque as velhas pelas novas. Estes não têm quaisquer parafusos que as seguram . Verta-lhes um pouco de óleo para evitar o ranger característico. Também aplicar um pouco de óleo nas peças de metal das pastilhas para facilitar o encaixe.

5

6. As novas pastilhas têm de entrar tão facilmente como sairam as velhas, embora em alguns casos as novos chapas de metal possam ficar mais justas.

7. Os pistões empurram as pastilhas que roçam contra o disco para travar o carro . O seu carro pode ter um ou dois pistões por roda (dois pistões , no caso da imagem abaixo ), mas a teoria é a mesma . Antes de voltar a colocar estes pistões no lugar, estes têm de ser empurrados para trás, para assim podem introduzir as novas pastilhas (estas sim, mais grossas que as antigas).

7

8. Use umas pinças para empurrar os pistões. Uma pressão contínua e paciência são as chaves para esta etapa. Também é possível usar um filão de madeira (como mostra na foto acima) de largura suficiente para empurrar os dois pistões de cada vez, no caso de ter dois.

9. Quando o pistão se encontre na sua posição, o fluido de freio vai subir lentamente. Quando mudar as pastilhas em mais de uma roda, o liquído aumentará e poderá derramar. Para evitar e antes de isso aconteça use uma seringa para extrair um pouco do liquído, o que é conhecido como purga do travão.

10. Coloque de volta os parafusos no lugar. Gire a direcção, colocando as rodas em linha reta e volte a montar a roda. Depois disto baixe o carro e retirar o macaco.

11. Recomendamos que deixe o carro em um espaço seguro para se certificar de que tudo funciona corretamente . E parabéns , você consegui! Não só mudou as pastilhas de travão você mesmo, como também poupou dinheiro do seu bolso. Agora já pode voltar a conduzir com segurança e com confiança!